• Mirian

    Como consigo me perdoar? No momento estou com baixa qualidade mental. Tudo e todos me irritam. Tenho a impressão que meus amigos estão distantes. Ou eu que me distancio? Estou sem rumo.

    • Olá Miriam! O processo do perdão começa com entendimento.
      Entendimento sobre como você funciona, e eu explico um pouco sobre isso aqui
      neste artigo que você pode ler daqui a pouco: http://livemind.com.br/novo-paradigma-psicologia/.

      Por que eu digo que é aí que começa o processo?

      Porque ao entendermos que nossa realidade é criada de Dentro para Fora, ou seja, somos nós que
      a criamos, fica fácil entender e compreender que se erramos no passado, muito
      provavelmente nós criamos esta realidade a partir de um estado de qualidade
      mental baixa. E fica fácil também entender que hoje, agora, este fato é só uma
      lembrança, uma memória do passado, e é feito da mesma “substância” de qualquer
      sonho ou pesadelo, ou seja, pensamentos.

      Quando você acorda na madrugada por conta de um pesadelo, o
      que geralmente faz? Ganha consciência de que era apenas um pesadelo, e vai
      deixando aqueles pensamentos esvaecerem. Logo nem se lembra mais do mesmo, e se
      lembrar essa memória não tem mais a carga emocional que tinha, pois você entende
      que se tratava de algo criado em sua mente.

      Logo compreenda que talvez tenha agido em um momento de
      baixa qualidade mental e de forma não adequada, e que teve um resultado e um
      aprendizado. MAS que já passou, hoje a carga emocional só existe ainda, porque
      você ainda alimenta estes pensamentos. Então deixe fluir os pensamentos, apenas
      os observe e não dê atenção, assim como você faz com um pesadelo.

      Respondendo sua segunda pergunta, eu tenho certeza que
      quando você deixar os pensamentos fluírem, sem alimentá-los mais, apenas
      observá-los assim como observa pássaros passando pela janela, sem fazer nada,
      apenas deixar fluírem, novos pensamentos virão. E junto a eles novos
      sentimentos e o seu bem-estar que é o seu estado natural vai voltar.

      Voltando seu bem-estar, todo o mundo a sua volta se
      transformará.

  • Monica Bonhote

    Verdade!!! Como é impressionante que ainda reagimos a realidade como se estivéssemos em “modo sobrevivência” e não é mais necessário que seja assim… As emoções positivas são de grande valia para que possamos reagir ao mundo de formar a o perceber como uma fonte inesgotável de oportunidades positivas… Hoje em dia temos recursos, como o que você oferece, para que possamos difundir o bem estar! Afinal, hoje em dia felicidade também é ciência! Adorei o texto, a preocupação com a família é, na minha opinião, o maior legado que podemos deixar… Sucesso! Voltarei mais vezes! 🙂

    • Olá Mônica! Obrigado pelo comentário. Realmente o místico hoje está virando ciência e deixando tudo mais fácil não só de aplicar e entender, mas também de confiar no processo.

  • Vinícius Spadeto

    Seus textos sao demais !!! Parabens !!! Li “A revolução do pensamento – Michael Neill”, e desde q entendi um pouco o paradigma de Dentro pra Fora, minha vida realmente mudei pra melhor. Continue com seus artigos pois com certeza irao transformar a vida de muitas pessoas tbm.

    • Olá Vinícius! Obrigado! É essa transformação que eu vejo nas pessoas que me motiva a continuação do trabalho. Parabéns pela sua transformação.

      Michael Neill é um de meus mentores e coach. Não temos quase nada de material em português. Estou trabalhando para trazer mais um livro para o Brasil sobre o assunto dos 3 Princípios, que o “Clarity” do Jamie Smart. Assim que eu tiver novidades vou avisando aqui no site e nos e-mails.

      Vou também começar a disponibilizar aqui no site videos e referencias bibliográficas (todos em inglês ainda).